Faço as Palavras Cruzadas do... (pode escolher múltiplas respostas):

2.4.08

Passatempo: As bodas de ouro da esfregona

Criei uma espécie de acróstico para assinalar as bodas de ouro da esfregona.
Para elaborar este passatempo, baseei-me numa notícia do jornal Público que transcrevo de seguida:

Casou-se com o chão há cinquenta anos e o amor ainda dura. O segredo? Mudou a cor e a textura dos seus cabelos, flexibilizou o seu corpo, melhorou as suas técnicas, reinventou-se. A esfregona, que hoje festeja as bodas de ouro, já foi considerada como uma das melhores invenções do século XX. Uma rasteira que a vassoura certamente não esperava.

Nasceu em 1958, em Saragoça, pelas mãos do espanhol Emilio Bellvis Montesano, e foi apresentada à sociedade na “Feria” da cidade, a 23 de Dezembro. Contam os filhos do inventor que, nesse mesmo ano, quando o pai patenteou a esfregona no Registo de Propriedade, o responsável disse logo que o mundo das limpezas seria revolucionado.

E não estava enganado. A esfregona já vendeu mais de cem milhões de exemplares em todo o mundo, motivo suficiente para ter hoje honras de Estado. Várias personalidades do mundo empresarial, da política e do desporto da comunidade de Aragão não quiseram deixar de estar presentes na festa da “nuestra hermana”, apesar de o seu pai já ter morrido em 1993.

Mas os que pensam que a invenção foi fácil estão bem enganados. A esfregona envolveu toda a família e exigiu várias visitas a fábricas de têxteis, para conseguir as fibras que mais se adequassem à profissão que o instrumento viria a ter. “Tudo começou com o balde com rodinhas”, que a acompanha sempre, explicou um dos filhos de Emilio Bellvis Montesano. Contudo, a família garante que Emilio nunca foi um especulador e conta que até ofereceu flores à Virgem del Pilar, como forma de agradecimento pelas longas noites de sono perdidas lhe terem permitido “encontrar a solução ideal para limpar o chão”.

A criação está no sangue da família. O pai de Emilio foi o primeiro a fabricar a panela de pressão em Espanha. E como os filhos não saem às pedras da calçada, a família está centrada no que acredita ser um novo sucesso: um balde que filtra a água, para que esta esteja sempre limpa. A invenção, amiga do ambiente, já foi aprovada pelos ecologistas, uma vez que permite gastar menos 50 por cento de água por ano – o equivalente a duas piscinas olímpicas em cada casa.


Notícia completa: AQUI

Clique na imagem para ampliar e imprima.

Passatempo: As bodas de ouro da esfregonaCuriosamente, a palavra esfregona não consta nos dicionários que utilizo.

1 comentário:

  1. Soluções:
    1- Emilio.
    2- Vassoura.
    3- Fibras.
    4- Saragoça.
    5- Invenções.
    6- Aragão.
    7- Ouro.
    8- Cinquenta.
    9- Balde.

    Um abraço,
    Paulo Freixinho

    ResponderEliminar

Pesquisa personalizada

Para mecenas