Faço as Palavras Cruzadas do... (pode escolher múltiplas respostas):

3.9.12

Vestir a camisola

No último sábado, dia 1 de setembro, vesti a camisola (pintada de véspera) e fui andarilhar até Beja.

Palavra e definição pintada em t-shirt (Foto de Sílvia Alves)

Três comboios (horas) depois, e com um aroma a azeite (Alvito cheira a azeite), lá cheguei à Pax Julia onde sobressai a torre de menagem do seu Castelo.

Partindo do Largo da Estação, subi a Rua Pedro Vilar e lá cheguei ao Jardim Público de Beja (Jardim Gago Coutinho e Sacadura Cabral) entrando pela Rua Dom Nuno Álvares Pereira (isto do Google Maps dá um jeitão), jardim onde acontece o evento Palavras Andarilhas. 

Foto de Sílvia Alves

Encontrei logo alguns escritores amigos e ficámos ali a desfrutar do prazer de estar numa esplanada de um belo jardim a ouvir conversas sobre livros, sobre leitura e leitores, sobre palavras (apenas ouvir, que a minha “timidez” e falta de alguma “bagagem cultural” impede-me de manter uma conversa com quem tem o dom da oralidade...)… mesmo que quisesse falar não seria aconselhável… não é bonito falar de boca cheia… a fome apertava e eu debatia-me já com uma bela (enorme) sandes mista de pão alentejano.

Depois fui à procura da mentora das Palavras Andarilhas, a Cristina Taquelim.
Dias antes tinha recebido um simpático convite para que nos conhecêssemos pessoalmente.
Levei dois exemplares do livro “Palavras Cruzadas com Literatura”, um para a Cristina Taquelim e outro para a Biblioteca Municipal de Beja - José Saramago.

Gostei de saber que muitas pessoas frequentam a Biblioteca (também) para fazer as Palavras Cruzadas dos jornais… agora têm um livro.

Depois foi tempo de aproveitar e apreciar o vasto programa das Andarilhas e conhecer pessoas… não deu para muito, tinha um comboio para apanhar, o último, mas ainda deu para ver/ouvir o Quico Cadaval (impulsionador do movimento conta-contos surgido na Galiza na década de noventa) e assistir a parte do debate 'Contos: Património, Ferramenta, Performance'.
Troquei também algumas ideias com a escritora e coautora do Sabe Mais k(que) os teus Pais, Sílvia Alves, sobre o futuro deste projeto para os mais novos (e não só) que reúne Palavras Cruzadas, histórias e ilustração.

E pronto, estava na hora de regressar… soube a pouco mas certamente que voltarei a Beja e às Andarilhas.

Palavra e definição pintada em t-shirt (Foto de Sílvia Alves)
Xurdir: Fazer pela vida

Agradecimento: Fotos de Sílvia Alves

Amplexos e ósculos!...

Sem comentários:

Enviar um comentário

Pesquisa personalizada

Para mecenas