Palavras Cruzadas em papel ou digital?

6.5.15

Xurdir, na Lourinhã

As palavras que se seguem irão tentar descrever o quão bom foi ter participado no Livros a Oeste, na Lourinhã.
Antes da partida, lá tive de acordar de madrugada para fazer um trabalho que estava em falta... trabalho feito, enviado, banho tomado, barba aparada, dentada numa fatia de pão e ala, que se faz tarde! Uma hora e pouco depois estava na Lourinhã.
Estaciono o carro (o único do mundo que tem um autocolante do Bon Sauvage) e pergunto à primeira pessoa que encontrei:
"- Bom dia! Sabe dizer-me onde fica o Auditório do Centro Cultural Dr. Afonso Rodrigues Pereira?"
"- Venha comigo que eu vou para lá."
(o mundo é pequeno)
"- Não me diga que é professora e vai estar na sessão de Palavras Cruzadas!"
"- Vou."
(o mundo é pequeno, mesmo)
"- É ali!"
"- Então já nos encontramos, até já!"
Chego ao local e já lá estavam a Silva Alves (escritora, a Bruxinha) e a Maria José Pereira (editora da Verbo/Babel)... íamos apresentar o Sabe Mais k(que) os teus Pais... mesmo sem o termos em papel.
A SIC já lá estava para filmar a sessão... uau!
Fui muito bem recebido pelas pessoas da câmara. Comecei por conhecer o auditório, confirmar se tinha tudo o que era necessário (um quadro para escrever e acesso à internet)... tinha.
Pouco depois, apareceram duas professoras que fizeram questão de irem assistir à sessão (é sempre bom passar do virtual para o pessoal).
Eis que chegam as crianças: 95 das escolas escolas básicas da Marteleira e Cabeça Gorda (3.º e 4.º anos mas disseram-me depois que estavam também de anos inferiores).
Começámos.
Apresentações de autores, editora e blogue e fomos então para as Palavras Cruzadas ao vivo.
Começam timidamente a quererem ir ao quadro... depois de constatarem que afinal não custa nada, acabam todos a querer ir ao quadro... é sempre assim.
Para quem não sabe, as Palavras Cruzadas do Sabe Mais k(que) os teus Pais tem a particularidade de ensinar uma palavra mesmo difícil; neste caso tinha duas palavras para ensinar: uredo e xurdir.
Foi a partir da palavra «uredo» que tive a ideia de criar um blogue de Palavras Cruzadas para crianças, começámos por essa.
Tinha falado da palavra nas apresentações mas não tinha dito qual o seu significado... iam conhecê-lo no passatempo.
"- Sinónimo de comichão, qual será?"
"- Uredo!" - disseram prontamente uns quantos alunos... ehlá! :-)
No segundo passatempo, tínhamos a "tal" palavra...
"- E aqui, temos então a tal palavra difícil, que, provavelmente, nem os vossos pais a conhecem: fazer pela vida... que palavra será?".
"- Lutar!... Trabalhar!" - disseram.
"- x-u-r-d-i-r..." - alguém disse, timidamente...
(fiquei incrédulo)
"- Repete lá!"...
"- Xurdir..."
...
Foi, obviamente, o momento do dia... não o esquecerei tão cedo... uma criança conhecia a palavra «xurdir»... Lindo!
(Senhora professora, esta sua aluna merece, só por isto, nota máxima a Português!)
...
Disse-lhe prontamente que, no final da sessão, iria ganhar um prémio... dei-lhe um simples crachá do Sabe Mais k(que) os teus Pais (feito pela Maria Del Toro, a ilustradora)... ela gostou... eu adorei... fiquei mesmo Feliz!
...
E, como tudo o que é bom acaba depressa, eis que terminava a minha participação nos Livros a Oeste.
No final ainda conheci pessoalmente a jornalista Rita Pimenta (Letra Pequena/Público).
Houve depois tempo para uma longa e agradável conversa com o casal de livreiros responsáveis pela Feira do Livro do evento (até vendi uns quantos exemplares do Palavras Cruzadas com Literatura).
Vim com livros do autor de romances históricos Miguel Real (que também conheci pessoalmente) e um saco cheio de lembranças e informação sobre a Lourinhã.
Vim mais rico, mesmo.
Obrigado, João Morales, pelo convite e pela possibilidade de, mais uma vez, mostrar um lado lúdico das Palavras Cruzadas... as crianças adoram, mesmo!
Há, agora, que aguardar pela edição em papel do Sabe Mais k(que) os teus Pais, programada para o início do próximo ano escolar... já falta pouco.

Acho que não me esqueci de nada... 

Paulo Freixinho

Amplexos e ósculos!...


2 comentários:

  1. Pus à pate??? Desisto! para fazer palavras cruzadas é PRECISO SABER PORTUGUÊS, OK??

    ResponderEliminar
  2. Obrigado, Anónimo, pelo comentário e alerta... já emendei: «pus à parte»... se procurar bem, ainda encontrará outras gralhas, avise-me depois... são muitos anos, muitos posts, muito texto... MAS EU NÃO SOU SURDO, OK?... abraço...

    ResponderEliminar

Pesquisa personalizada

Para mecenas