Vamos eleger XURDIR como Palavra do Ano (clique para votar)

Vamos eleger XURDIR como Palavra do Ano (clique para votar)
Vamos eleger XURDIR como Palavra do Ano (clique para votar)

3.1.10

Acordo Ortográfico: Palavras que mudam

Elaborado pelo Instituto de Linguística Teórica e Computacional (ILTEC), encontra-se on-line, no Portal da Língua Portuguesa, uma lista de palavras que mudam com o Acordo Ortográfico:
Lista das palavras da MorDebe cuja grafia muda com o Acordo de 1990

Link relacionado:
Acordo Ortográfico de 1990 (Wikipédia)

Amplexos e ósculos!...

5 comentários:

  1. O que é a MorDebe??? Já agora, conhece alguma palavra cuja nova ortografia seja de acordo com a anteriormente usada no Português europeu? eu não me apercebí de nenhuma e é isso que me dá cá uma volta no estômago!!! Os Ingleses escrevem "Action" e jamais escreverão "ation", também escrevem "fact" e duvido que alguma vez venham a escrever "fat"...

    ResponderEliminar
  2. A MorDebe é uma base de dados com informação sobre a flexão, a derivação e a ortografia do Português e fonte principal do Portal da Língua Portuguesa.

    E existe a variante ation (action) no inglês?
    Em português existe essa variante (acção/ação) e escrita por muitos (são cerca de 180 milhões...)... quanto ao facto... não muda... é um dos exemplos do português europeu que não sofre alteração (um dos casos de dupla grafia)...

    Um abraço,
    PF

    ResponderEliminar
  3. Obrigada pelos links. sabia que o ILTEC iria lançar informações sobre as mudanças de grafia implicadas no AO, mas não fazia ideia que fosse mesmo no início do ano. isto é que é serviço público! estou espantada (no sentido mais positivo) :)

    ResponderEliminar
  4. Fui ver as palavras que mudavam e encontrei, por exemplo esta:
    pára passa a para (verbo parar), isto é, deixa de ter assento.
    Não encontrei, por exemplo, a palavra cágado. Se passa ou não a cagado.
    Em tempos ouvi uma crítica sobre esta questão da retirada dos assentos que podem originar casos como este em que, no futuro, podemos ouvir alguém dizer o seguinte: "Tens cagado no quintal?" e ficamos sem saber se a pessoa em questão tem, realmente, um cágado no quintal, ou por não ter instalações sanitárias é lá que vai fazer as suas necessidades. Isto pode alterar o sentido dos diálogos. Uma pessoa falar em alhos e outra responder em bugalhos.

    ResponderEliminar
  5. Caro Álvaro,

    Efe(c)tivamente a palavra pára (de parar) irá perder o acento, quanto ao cágado... fique descansado que essa não mudará... o "pobre" do animal continuará a denominar-se «cágado»...
    ;-)

    Um abraço,
    PF

    ResponderEliminar

Este blogue é um afiliado WOOK

Para mecenas

Pesquisa personalizada